os erros mais comuns nas dietas

5 erros mais comuns das dietas

Alguns erros podem prejudicar todo um resultado de uma dieta alimentar.

Os 5 erros mais comuns são:

1 – Ficar horas sem se alimentar.

A quantidade de calorias ou energia gasta pelo nosso corpo para manter se vivo é chamada de metabolismo basal. O metabolismo basal pode variar de acordo com a composição corporal de cada pessoa, tais como a idade, sexo e prática de atividades físicas. Mas o jejum prolongado tende a diminuir esse metabolismo, interferindo no emagrecimento.

2 – Malhar em jejum.

No momento que malhamos em jejum, além de arriscarmos um desmaio pela hipoglicemia (pouca glicose no corpo causado pelo jejum), também aumentamos a quebra de massa muscular durante o exercício. Onde nosso objetivo é a “queima” de gorduras.

3 – Não comer carboidratos, apenas proteínas.

Dietas hiper proteícas podem causar diversos efeitos colaterais.  Desde a alopecia (queda de cabelo) a problemas renais. Além disso, o nosso corpo precisa de carboidratos para poder desempenhar diversas funções. Pessoas com IMC menor de 25, que fazem dietas proteícas, perdem muita mais massa muscular que massa gorda. Quer saber qual seu IMC, confere este post aqui.

4- Pular ou diminuir lanches

Mesmo sem fome, precisamos fazer exatamente o que está escrito no plano alimentar. Ele já foi feito com menos calorias, não precisa diminuir ainda mais. Muitas vezes por pularmos um lanche, sentimos muito mais fome no outro, comendo mais ou gerando compulsões alimentares.

5 – “Copiar a amiga”

Cada pessoa tem um plano alimentar ou faz uso de alguma receita ou suplementação. Usar algo criado para outra pessoa além de perigoso tende a não trazer resultados. Vejo muito nas academias, algumas pessoas “se copiando” e no final não tendo o resultado desejado.

Quer um cardápio alimentar para dar inicio a uma alimentação saudável? Clica aqui.

Até mais.

PUBLICADO POR

"Julia é mãe da Lívia e dos gemeos Laura e Eduardo. mora em Porto Alegre, tem 33 anos e é nutricionista."

Compartilhe esse post

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *