culpa materna

Sobre ser mãe e a culpa materna – Por Andreia Grinberg

Levante a mão qual mãe nunca experimentou a tal ‘culpa materna’?!

Quando nascem os bebês, nascem também as mães, e também dentro delas um sentimento de culpa que as acompanha com maior ou menor intensidade.

Por que isso acontece?

Para as mulheres, são muitas as transformações físicas e vivências emocionais. A chegada da maternidade traz a necessidade de ter que lidar com a elaboração de perdas de aspectos que antes, faziam parte do contexto de uma vida sem filhos. E que dizem respeito à individualidade, privacidade, intimidade da mulher e do casal — além da despedida de um corpo que, desde a gravidez, passando pelo parto e pela amamentação, não voltará a ser o mesmo.

Toda essa demanda, principalmente no início da relação mãe/bebê(s), além de intensa, é muito veloz. E sem dúvida, assustadora, pela rápida necessidade de ter que dar conta de novos lugares, papéis e tarefas de maior responsabilidade, investimento e entrega. E é, em meio a isso tudo, que desaba sobre a mãe uma angústia base, experimentada com auto-cobranças e auto-exigências em querer acertar sempre, e querer dar conta de tudo com perfeição!

E será que isso é possível?

No mundo materno, onde tudo é tão dinâmico, com situações e desafios novos chegando quase que diariamente, parece ser impossível! E permanecer conectada nessa cobrança consigo mesma apenas fará aumentar a culpa, porque quanto mais se tenta atender esse alto nível de exigência, mais se descobre o quão difícil isso é. Além do risco de perder o foco no que  realmente é importante: estar bem consigo mesma para poder sentir que todas essas mudanças também podem trazer crescimento, amadurecimento e realizações.

As relações não nascem prontas. Elas precisam de um tempo de conhecimento, exploração e sintonia. Talvez, por isso, tenham o seu encantamento e o seu lado não tão belo. Entender e aceitar isso traz mais qualidade nos relacionamentos.

Seja a melhor mãe que você puder ser para o seu ou seus filhos, e certamente isso será mais do que suficiente para vocês!

Obrigada pela oportunidade!

Andréia Saltz Grinberg
Psicóloga Clínica
Especialista em Infância, adolescência e adulto.
Especialista em Configurações das relações familiares.
Mãe de um casal de gêmeos de 2 anos e 4 meses, muito sapecas e que muito me ensinam!
PUBLICADO POR

"Compartilhe suas experiências, desabafos e dicas aqui no Sisters&Mommies. Envie seu texto para [email protected]"

Compartilhe esse post

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sisters Mommies | Desenvolvido e gerenciado por gCampaner

X receba todas as novidades
do blog por email!
Fique sempre por dentro de tudo que é postado no blog Sisters & Mommies!