Meu filho ainda não fala!!!O que fazer? Como estimular?

Oi,

Seu filho ainda não fala? Ou fala algumas palavrinhas mas não frases completas? Vem ver este post super esclarecedor da  futura mamãe, psicopedagoga  e fonoaudiloga Adriana, que é nossa convidada de hoje.

Mil beijos,

Sisters & Mommies

——————

Meu filho ainda não fala!!!

A criança pequena gosta de imitar tudo que os adultos fazem. Começa pelos gestos, pelos sons, e também é assim que começa a falar. É muito importante que os pais conversem com seus filhos, mesmo que achem que eles não podem compreendê-los e também que valorizem suas vocalizações. É ouvindo a conversa dos adultos e tentando imitar os sons, que aos poucos a criança vai entendendo os mecanismos da linguagem.

 

As atitudes produzidas, mesmo de forma não intencional, devem ser interpretadas pelos pais e sendo transformadas em palavras, para a criança ir associando os gestos e objetos aos seus sons.

 

Assim, o adulto é capaz de atribuir um significado ao comportamento da criança e agir de acordo com sua suposição, mostrando a ela que certos comportamentos produzem determinados resultados. A criança percebe que quando ela chora ou grita, a mãe aparece… Quando aponta um objeto, alguém o entrega a ela… Quando faz um som qualquer, é correspondido com um sorriso e palavras afetivas…

 

Mas com o tempo, deve-se lembrar que não se pode interpretar todo e qualquer gesto ou som. Quando os pais, ao menor esforço da criança, atendem a todos os seus pedidos, ela não precisa se esforçar para aprimorar sua forma de comunicar. Deve-se então criar necessidades de mudança, que propiciem o desenvolvimento.

 

Se somente apontando a criança recebe o objeto que deseja, porque ela irá pedir com palavras? Se ao gritar a mãe adivinha o que ela quer, porque irá explicar? Se pede “papa” e todos entendem, qual a necessidade de aprender a falar “comida”?

 

Portanto, é preciso estimular o suficiente para que a criança se sinta valorizada e compreendida, porém não o suficiente para que ela sinta que sua comunicação está completa. Dessa forma, ela será capaz de criar cada vez mais e melhores estratégias para se fazer entender.

 

Quando menos esperarem, ela já saberá utilizar e diferenciar as palavras na sua própria fala, da mesma forma que já as reconhece e discrimina quando as ouve na fala dos outros.

 

Adriana Fischler, esta gravida a espera da Luiza. Ela é Fonoaudióloga e Psicopedagoga – Espaço PSI Infantil.

 

PUBLICADO POR

"Compartilhe suas experiências, desabafos e dicas aqui no Sisters&Mommies. Envie seu texto para [email protected]"

Compartilhe esse post

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sisters Mommies | Desenvolvido e gerenciado por gCampaner

X receba todas as novidades
do blog por email!
Fique sempre por dentro de tudo que é postado no blog Sisters & Mommies!